SDPA reserva-se ao direito de ter legítimas expectativas quanto à contagem integral do tempo de serviço avaliado

Na sequência da resposta recentemente emanada pelo Secretário Regional da Educação e Cultura (Ofício S-GSR/2018/99, de 31/01/2018), reserva-se o Sindicato Democrático dos Professores dos Açores ao direito de ter legítimas expectativas quanto à assunção, por parte do Governo Regional, da validação do tempo de serviço prestado pelos docentes – correspondente ao período temporal avaliado até 31 de agosto de 2016, e homologado –, no respeitante à progressão em carreira dos professores e educadores de infância da Região Autónoma dos Açores, tal como determina o Estatuto do Pessoal Docente.
A Direção aos 26-02-2018